3 de dezembro de 2016

O tamanho da criatividade...



Descobri que a minha criatividade tem o tamanho de uma mesa, a mesa que em tempos decorei com destino ao meu atelier de costura. Ela tem o tamanho certo para poder abrir os braços e lançar voo nas voltas de uma mente cheia de caminhos de mil cores.  A noite nem sempre é boa conselheira, mas por vezes tem o cenário perfeito para explanar as ideias. E hoje, sozinha no meu quarto improvisado, uma espécie de enfermaria na sala, com a cozinha à mão de semear e mais uma vez deitada de costas para suportar e tratar esta malvada crise de coluna, dou por mim a furar a noite com mil pensamentos. E cheguei à conclusão que a minha vida é feita de quases…

…Uma quase carreira na psp que larguei devido às muitas pedras que se atravessaram no meu caminho, num tempo em que a mulher tinha que travar uma dura batalha num campo que pertencia só aos homens. Era esperado que me comportasse como uma super-mulher, uma mulher-macho, uma padeira de Aljubarrota, mas eu era apenas pouco mais que uma menina.

…Um quase negócio nas artes e ofícios das linhas e agulhas, mas que por azar foi muito antes do tempo da internet. Se fosse hoje, podia ter uma daquelas lojas virtuais, mas ando sempre fora de tempo. (há uns tempos tive até um sonho sobre isto, que haverei de publicar aqui).

...Um quase livro que comecei a escrever e ficou parado no tempo, algures enfiado numa gaveta do word e que provavelmente se hoje o for ler, já nada fará sentido.

...Um quase atelier de costura que vi fugir por entre os dedos quando as minhas meninas resolveram dar outro rumo à minha mesa das criações.

…Uma quase oficina de bricolage e restauro, que de tão agradável ficou deu azo a outras ocupações e alterações e lá voltei eu ao ponto de partida a lixar e pintar no quintal, ou na varanda da casa.

… E pelo andar da carruagem, a uma quase carreira como astróloga e tudo o mais a que isso me possa levar…

Hoje sou quase coruja a atravessar a noite num voo silencioso e solitário. Uma mente demasiado activa num corpo em busca de equilíbrio dá nisto!


Sem comentários:

Enviar um comentário