13 de dezembro de 2016

Remédio caseiro para garganta irritada







Existem mezinhas caseiras do tempo da avó que ainda hoje continuam a ser usadas e a surtir efeito e eu sou adepta de algumas delas. Quem me conhece sabe que fujo de medicamentos químicos sempre que posso e há males menores que não justificam que encharque o organismo com drogas que acabarão por ter os seus efeitos secundários. Aqui em casa já todos em algum momento, recorreram ao meu tratamento caseiro e natural, para gargantas irritadas e que é tão somente mel com limão e água. Faço a “olho”, sem medições e nem tempo certo de aquecimento, mas deixo-vos aqui as quantias aproximadas:

Sumo de meio limão
1 colher de sopa de mel
2 ou 3 colheres de sopa de água

Num copo (sem ser de plástico), junta-se tudo e vai a amornar (sem ferver). Costumo fazer isso no micro-ondas por ser mais rápido, mas também pode ser aquecido em banho-maria. Bebe-se em pequenos goles. Atenção à temperatura do líquido para não provocar queimaduras!

Hoje, eram seis da manhã e tinha o marido a acordar aflito com a garganta a queimar. Aflito pelo mal-estar e porque a voz é o seu instrumento de trabalho. E lá fui eu à cozinha da maga preparar a poção mágica. Felizmente o efeito é quase imediato e pôde assim dormir mais um pouco antes de ir trabalhar. Com este tempo frio, correr ao fim do dia e acompanhado, o que leva a ir na conversa, tem destas coisas! Durante o dia, e fora de casa, acabou por recorrer às pastilhas para a garganta, para colmatar as longas horas sem tomar nada, mas daqui a pouco antes de dormir preparo-lhe outra dose e não tarda está fino! J
Já o genrinho mais novo, volta e meia pede-me a mezinha para a garganta. É sinal de que se tem dado bem!



Nota: qualquer conselho medicinal que eu aqui dê, não substitui uma consulta médica!


                                                                                                      Créditos de imagem: Remédio da terra 

Sem comentários:

Enviar um comentário