fevereiro 15, 2018

Eu, Maléfica





















O bom do Carnaval é que por um breve período de tempo podemos fazer um intervalo nas obrigações e fazer da vida um palco gigante. Um palco onde podemos brincar de faz de conta e ser quem ou o que quisermos. Onde podemos ser crianças de novo sem deixar de ser crescidos.

E se eu gosto da brincadeira em si, todo o trabalho de bastidores, que é como quem diz, o preparo da indumentária, não lhe fica atrás. Este ano a minha “máscara” teve como base o vestido de bruxa da minha mãe. Não que ela seja bruxa, mas já lhe vestiu a pele e eu bruxa já o sou demasiadas vezes ehehehhe, pelo que desta vez quis fugir do óbvio.

Sugestão da minha Helena de Tróia – adaptar o vestido à personagem da maléfica e assim fiz.

Ao contrário da pequenada que encontrei pela frente, não vi o filme, pelo que agradeço muito a invenção desta coisa chamada internet, que me permitiu ver como se veste a personagem.

É extraordinariamente curioso, como, ao vestir a pele de Maléfica a criançada me reconheceu prontamente, chegando mesmo a agir como se aqui a euzinha fosse a verdadeira, a autêntica, a famosa. O pequeno (e grande) ecrã, têm um efeito tremendo, não haja dúvida! E a inocência delas também!
Houve mesmo um momento hilariante, aquele em que me encontrava no interior da casa-de-banho e um grupo de meninas ao entrar, bateram com os olhos na minha figura…e… Uma delas gritou:
- Fujam que está aí a maléfica! (E eu diverti-me tanto quanto elas.)

Até direito a fotografia com um fã eu tive! J Timidamente lá puxou pela mãe e se colocou ao meu lado, para que ela nos registasse na camera do telemóvel. Eu bem vi o brilho nos seus olhitos. Segundo a mãe, ele é um grande fã da personagem e já viu o filme. Viu mais do que eu, essa é que é a verdade verdadinha!  

(os detalhes deixo para um próximo post, se houver…)









































fevereiro 14, 2018

Em dia de S. Valentim...









A propósito do dia de S. Valentim, escrevia eu na página da “maga rosa” que o amor tem muitas formas…

… e esta rosa tem a forma do amor de filha. J

(acabadinha de chegar)

“Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa.” – em o Principezinho

E porquê?

Porque o essencial é invisível aos olhos e só se vê bem com o coração! – (Saint-Exupéry é que a sabia toda!) ;)

Feliz dia de S. Valentim! 💗 

fevereiro 09, 2018

Em contagem decrescente para o Carnaval!

























Aqui a maga pela-se por uma boa brincadeira de Carnaval, mas para não fugir à regra, este ano a fantasia foi de novo traçada em cima do joelho e neste momento já estou a contra-relógio. Não é nada do outro mundo (ou talvez até seja ehehehhe), mas como sou dada aos detalhes e adepta do “faça você mesmo”, há sempre mais qualquer coisa na forja e o tempo é curto.


E mais uma vez dou comigo a dizer para os meus botões: - Para o ano vai ser diferente, ai vai vai! 
(vai nada!) Já são décadas a improvisar no momento, ou a reinventar fatos usando adereços de outros anos e alguns tecidos comprados em cima da hora. Taurina que se preze não muda! ehehehe

Quem me conhece sabe como gosto de ser a palhacinha da festa, ou a bruxa das redondezas. Então, por estes dias veio parar-me às mãos o vestido com que a minha mãe festejou o seu aniversário no Halloween (de bruxa, claro!) e estou a adaptá-lo à minha pessoa. Com umas alteraçõizitas, claro, que aqui a maga não consegue ficar-se pelo óbvio! :D









fevereiro 05, 2018

Sonho invulgarmente estranho!


Eu sei que todos os sonhos (ou quase todos), são no mínimo estranhos! Mas este foi ainda mais estranho que todos os outros.

Alguém já alguma vez foi excluído dos seus próprios sonhos?

Então não é que esta manhã acordei de um que me deixou encantada, fascinada, uma sensação agradável, mas do qual eu não fiz parte. Nem sequer como espectadora. Acham normal? Que eu me lembre, foi a primeira vez que não fui personagem ou mera assistente. Uma vez que os sonhos (a maioria), não são mais do que o nosso inconsciente a trazer ao de cima vivências do dia-a-dia, mas sob a forma de códigos, gostava de ter a opinião de alguém mais entendido no assunto. Alguém que saiba decifrar estas coisas.

É uma pena só ter sobrado o “UAU” mudo com que acordei e a ideia de que daria uma óptima história se o pudesse escrever, além de todo o colorido e a impressão da riqueza de pormenores. Sei que era bem às cores, muitas cores alegres. O enredo sumiu. Que frustração!


Mas, o que eu gostava mesmo, mas mesmo, era de perceber porque não entrei no meu sonho… Haverá algum significado ligado a esse facto? 

(a maga a decifrar enigmas)

                                                      
                                                          Créditos de imagem: maga rosa


janeiro 16, 2018

E se os planetas fossem pessoas?...


Viajando aos confins do firmamento, dou de caras com o majestoso Sol rodeado de duas belas mulheres, um pouco sisudas é certo, mas não deixam de ser lindas…e femininas. Vestem tailleur de corte impecável mas discreto, de cores sóbrias. Ao primeiro olhar diria que são duas executivas de sucesso, uma ainda em início de carreira, vá… A outra já mais experiente na arte de conquistar um território agreste no mundo dos negócios ou das finanças. Coisas de homens diriam as gerações anteriores. Coisas para quem tem pulso de ferro, dizem elas.

E o Sol, um pouco formal, vai ouvindo as explanações da menina Vénus, enquanto pelo canto do olho aprecia o seu porte direito e esguio. Mal sabe ele que ela é fogo que arde sem se ver. Enquanto isso, a mais velha encavalita os óculos de osso de baleia no nariz aquilino e sob um olhar atento e reprovador, chama a atenção do elemento masculino para as folhas que acabou de retirar de uma pasta. Tem pressa e não há tempo a perder. O táxi que chamou está ali e o taxímetro a contar. Tempo é dinheiro.

(Lua, Sol e Vénus conjuntos no signo de Capricórnio)

No presente temos uma Lua nova de Capricórnio, uma fase propícia a novos empreendimentos e a traçar e estruturar planos para colocar em prática nos próximos tempos. Esta é uma lunação muito “pé no chão” e vence o que for feito com objectividade e praticidade. A Lua Nova sempre traz um renascimento de algo, pelo que pode ser uma boa altura para trazer ao de cima aquilo que ficou por fazer no ano anterior. Aquilo que está no fundo da gaveta, ou na sua mente. É o momento de resolver o que está pendente, ou então comece de novo, mas faça!


                                                                          Fonte de imagem: Pinterest

janeiro 09, 2018

O rosto da felicidade

Ontem à noite adormeci de mãos dadas com a felicidade e sonhei que ela era de todas as idades, mas tinha o rosto da adolescência. Ela chega de improviso de pijama debaixo do braço e ocupa-nos o sofá e o chão da sala com as suas gargalhadas e pés descalços. Enche-nos a cozinha de aromas e refogados e gambas com molho de maionese, que comemos a lambuzar os dedos...

Uma das vantagens de se ter duas filhas, é que elas crescem e ganhamos mais dois filhos. De vez em quando voltam a ser crianças de novo e a casa fica cheia. E ontem pelo tempo de um filme de comédia, fomos todos da mesma idade.

No final, entre atravessarem a cidade de ponta a ponta em pijama, ou dormirem cá, escolheram a segunda opção e ficaram por aqui. Só faltou o genrinho mais novo para o quadro ficar completo (porque perfeito já estava), mas a felicidade é isso mesmo. Não anuncia quando vem e nem manda convites. Vem de rompante e faz-se, sem planos nem compromissos.



(há emoções e momentos difíceis de captar e eternizar através da lente de uma câmara fotográfica, por isso, obrigada Google por existires)

Créditos da imagem: Camillestyles

janeiro 05, 2018

Aniversário com directo de tarot




































Amanhã, dia de Reis, a maga rosa vai estar em directo para vocês, a partir da página de facebook (com o mesmo nome), numa sessão de perguntas e respostas. É assim que vamos comemorar o quarto aniversário do “maga rosa”, este cantinho na blogosfera. Vocês perguntam e eu, com a ajuda das cartas do tarot, darei uma luz ou conselho sobre os vossos dilemas.

Guiada pela minha boa estrela, tal como os Reis Magos foram ao encontro de Jesus com as suas oferendas, eu estarei presenteando-vos com os meus conhecimentos. Um momento que pretendo de paz, harmonia e comunhão entre todos. Sintam-se convidados e cá estarei no meu trono de estrelas e constelações à vossa espera!

Grata! 💜



                                                                   Fonte de imagem Reis Magos: Pinterest