21 de maio de 2014

Gémeos


Conhecem aquela expressão de…“Ele tem bichos-carpinteiros!” ?
Adapta-se que nem uma luva aos nativos do signo de Gémeos!
É o mais adaptável, curioso e irrequieto de todos os signos do zodíaco. Dinâmico e muito social, está sempre a comunicar ou ocupado com algum interesse mental. Muda de assunto ou de sítio com enorme rapidez e a preguiça não faz parte do seu vocabulário. Numa festa, só perde para o Leão, quanto a ser o centro das atenções! Por ser tão eloquente e espirituoso, consegue ter sempre uma legião de fãs, ou ouvintes, à sua volta. Mesmo em idade avançada, estes nativos, mantêm um espirito jovial!

Este é o signo onde o Sol entrou hoje e vai permanecer ao longo de um mês.
Parabéns para todos os geminianos!

Elemento: Ar
Género: Masculino
Modo: Duplo
Temperamento: Sanguíneo
Planeta Regente: Mercúrio

Imagem: fonte


5 de maio de 2014

...Em Estado de Graça




Hoje estou num dia de reflexão e a sentir-me abençoada pela vida! Sair à rua de braços ao léu e apanhar este sol de Primavera maravilhoso é tudo de bom. O meu astral agradece! Obrigada deuses pelas boas energias que me estão a enviar lá do alto, do centro da Terra, ou de onde quer que seja! Inicio este meu novo ciclo, serena, em paz e a saborear cada momento por mais simples que seja como uma dádiva. Saí à rua a distribuir e receber sorrisos. O poder que um simples sorriso tem!...Hoje está a ser um daqueles dias em que a lei da causa-efeito está fortemente percetível!

Foi difícil controlar uma grande gargalhada à saída do supermercado, ao imaginar a cara da funcionária da caixa e do rapaz que estava atrás de mim na fila, se eu tivesse que mostrar o interior da minha mala de senhora, quando o alarme foi acionado. Vá lá que a funcionária não fez caso e eu continuei, mas estou mesmo a ver as caras de espanto se eu tivesse que despejar o conteúdo em cima da caixa! Literalmente, a enfermeira do centro de saúde, tinha-me enchido o saco. Encheu, mas de preservativos! E não é nada pequeno, quase que cabe lá meio mundo…Deve ter pensado que por estarmos na Primavera e com tantas mulheres em casa o melhor mesmo é prevenir.

Nem mesmo aquele momento quase dramático (eu disse quase!), em que um bebé minúsculo, recém-nascido, me caiu aos pés me tirou deste estado de graça em que hoje me encontro. Aquele breve instante em que me curvo para apanhar do chão a pequena trouxa, acabada de cair de um carrinho desesperadamente levado a subir os altos e desconfortáveis 2 degraus que separam o passeio publico, da entrada do cabeleireiro, ficou-me parado na memória. Perante um olhar de espanto e aflição de uma mãe, ergui as mãos e nelas aquele pequeno ser que se contorcia e choramingava baixinho, indefeso e ao mesmo tempo tão forte. Eu sabia que ele estava bem.

Voltei para casa energicamente recarregada e ainda tive como bónus, o Google a saudar-me com uns belos bolos de aniversário! J