31 de maio de 2015

Sagrado Feminino # dia 31

Termina hoje o desafio colocado pela Hazel do blog "Casa Claridade", intitulado de "Sagrado Feminino", um mês inteiro de saias para valorizar a nossa essência. Ser mulher não é de modo algum uma condição inferior. A nossa força reside precisamente, na plena aceitação de quem somos, da nossa feminilidade e sensibilidade, de modo a aumentar o amor próprio e a sintonia com todos os que nos rodeiam e com a própria natureza. 

A igualdade entre homens e mulheres é um direito, mas isso não nos impede de continuarmos a ser femininas. Num mundo competitivo e racional como temos hoje, levar a sensibilidade tão característica da condição feminina, para o mundo profissional e social, é uma mais valia para termos uma humanidade mais afectiva e artística. 

Voltando ao desafio  :), nem todos os dias publiquei foto, mas procurei vestir-me e sentir-me sempre, o mais feminina possível e o resultado foi muito positivo. Não abdiquei das calças, de modo algum e nem era essa a intenção, mas dei por mim a dar mais atenção ao meu corpo. 

A intenção deste desafio, foi levar cada uma a gostar de si mesma tal como é, sem padrões de beleza impostos pela sociedade. Em suma, aprender a ver a verdadeira deusa que existe em si mesma!

Obrigada Hazel pelo desafio! ;)

Aqui está o segredo da maior parte das minhas fotos!
Um tripé e a máquina no temporizador e depois era correr para o sitio e "rezar" para não ficar sem cabeça e minimamente apresentável. (ahahah) Alguma das (muitas) tentativas haveria de ficar utilizável! :D

Sem comentários:

Enviar um comentário