27 de outubro de 2016

O cantinho dos araçás






Entre o céu e a terra, encarrapitada no alto das escadas, observo e absorvo as energias da natureza e faço uma pausa nos afazeres diários. Gosto desta contemplação e destes momentos a sós comigo mesma e com a calma do campo na cidade. A copa do meu araçazeiro dá um refúgio perfeito, um pequeno paraíso, onde reina a paz e o tempo parece não existir e onde me refugio sempre que o clima o permite. Aqui encontro a inspiração, quando ela teima em se esconder de mim…

Voltando à terra. Hoje quero dar-vos a conhecer um fruto, o araçá! É ele o mote deste meu “post” e quase um desconhecido para a maioria dos portugueses.  A plantinha que em tempos viajou de avião até cá, hoje é uma árvore alta e frondosa (pelo menos para os meus poucos m2 de terra), de folha perene, pelo que se mantém bonita e verde o ano todo. Acho-a linda e os seus frutos uma dádiva da mãe natureza, que a esta altura já são menos, mas ainda os tem. Pequeninos mas muito saborosos e de polpa branca e carnuda, aqui em casa é um "ver se te avias", logo que surgem os pontinhos vermelhos entre o verde das folhas. Ainda não consegui colher (e não comer!) os suficientes para fazer doce que se veja, mas um dia hei-de experimentar. Até lá, delicio-me com os frutos acabados de colher, empoleirada no muro ou pendurada nos ramos, tentando alcançar os mais difíceis. 





Sem comentários:

Enviar um comentário