7 de janeiro de 2015

Da minha janela...

Diria antes, do meu lugar à mesa…

É o que vejo quando me sento à mesa para fazer as minhas refeições. A comida alimenta o corpo e a cor lá ao fundo enche-me os olhos. O meu lugar é sempre ali, de onde posso olhar e desfrutar o melhor ângulo daquele a que chamo de “cantinho zen”. Quer me parecer que até o meu metabolismo trabalha com outra vontade e a digestão se faz melhor.

Nestes dias cinzentos em que a cor que mais abunda no meu quintal é o verde e à falta de sol, alegra-me os olhos e a alma olhar lá para fora e ver aquela paleta de cores que veio dar outra vida aos fundos.

É sabido que a cor tem grande influência em nós e no nosso estado de espírito e cada um reage de forma diferente às diversas tonalidades. A exposição à luz e às cores transforma-se em energias que através da visão, levam o cérebro a interpretá-las desta ou daquela maneira e bem utilizadas podem ser maravilhosas ferramentas terapêuticas.

Eu preciso de estar rodeada de muitas cores, de preferência alegres!

E vocês?

Sem comentários:

Enviar um comentário